Quarta-feira, 29 de Junho de 2005

Viver

Ontem fui á médica. O meu corpo ainda está a ajustar-se ás mudanças que aconteceram, por isso isto ainda não voltou ao normal. A verdade é que nunca mais vai voltar a ser como era, mas gostava de voltar a sentir aquela sensação de normalidade, sabem? Agora tenho de me habituar a estas novas sensações, por mais que me custem, porque me lembram sempre o que eu perdi.



Mas como estava a dizer, fui á médica. Na sala de espera estava uma senhora, que conversava com as enfermeiras. Reparei que chorava. Reparei também que tinha perdido alguém muito querido. Só depois percebi que tinha perdido um filho. O meu coração ficou apertado, senti um nó no estômago, uma sensação que é difícil de explicar. Ali estava aquela senhora, a falar sobre o seu filho. Chorava enquanto falava, com as enfermeiras em silêncio sem saber o que dizer. E ali estava eu, a ouvi-la também, e a tentar imaginar o sofrimento daquela mãe. Perder um filho aos 25 anos... só pensava que se eu me sinto vazia, nem conseguia começar a perceber o sofrimento daquela senhora. E então a senhora sentou-se. Por algum motivo sentou-se mesmo á minha frente. E olhou para mim. Ficámos ali as duas, a olharmo-nos nos olhos. Aí ela mexe na sua mala e retira de lá um cartão. Diz: “Este é o cartão que ele usava no emprego. Está aqui a fotografia dele. Não volto á psicóloga. Como você sabe, ela não entende o que isto é. Tenho 46 anos e se puder quero dar outro irmão ao meu filho mais novo.” E recomeça a chorar. Senti por momentos que aquela senhora sabia que eu também tinha perdido uma filha. Foi estranha, aquela quase cumplicidade entre nós. Naquela sala, só ela e eu tínhamos perdido filhos. Naquela sala, só ela e eu sentíamos aquele vazio, que ninguém pode preencher.



Quando entrei no consultório, a minha médica estava visivelmente abalada. Tinha estado quase uma hora a falar com a outra senhora. Falámos sobre ela. Falámos sobre o sofrimento de perder um filho. Disse-lhe que quando se perde um filho, passa-se a existir. Deixamos de viver por uns tempos. Somente existimos durante o tempo que leva a reconstruir o que resta das nossas vidas. E aí a médica diz-me: “Está tudo bem (fisicamente) consigo, e parece-me que já está pronta para engravidar de novo.”. E de repente fez-se luz! É verdade! Estou pronta para engravidar de novo. Embora tenha os meus momentos depressivos, isso já não me impede de viver. Eu já recomecei a viver!
publicado por desejandoumanjo às 09:28
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De ruben a 23 de Agosto de 2005 às 13:45
http://www.free-beasteality-dvd.new-bestiality.net @ http://www.free-beastlity-free-mpegs.new-bestiality.net @ http://www.sex-illegal-beastality-pics.new-bestiality.net @ http://www.sex-free-qanimal-sex-fetish-pics.new-bestiality.net @ http://www.erotic-animal-sex-pics-free.new-bestiality.net @ http://www.pics-free-beastilality-images.new-bestiality.net @ http://www.sex-deepthroating-a-dog.new-bestiality.net @ http://www.pics-free-beastuality-cartoons.new-bestiality.net @ http://www.pics-sex-zoo-dog.new-bestiality.net @ http://www.free-amatuer-beastyalty.new-bestiality.net @ http://www.pics-beastalty-video.new-bestiality.net @ http://www.free-hot-animal-pics.new-bestiality.net @ http://www.movies-free-beastialty-cartoons.new-bestiality.net @ http://www.porn-animals-having-seks.new-bestiality.net @ http://www.porn-beastyalty-nudecoeds.new-bestiality.net @ http://www.pics-live-animals-sex.new-bestiality.net @ http://www.sex-pics-of-animals.new-bestiality.net @ http://www.sex-qanimal-sex-with-humans.new-bestiality.net @ http://www.pics-beasteality-free.new-bestiality.net @ http://www.erotic-free-beastily-mp.new-bestiality.net @ http://www.free-beastlity-pic-gallery.new-bestiality.net @ http://www.porn-sexe-with-animals-for-free.new-bestiality.net @ http://www.pics-beastuality-mpg.new-bestiality.net @ http://www.sex-bestality-with-dogs.new-bestiality.net @ http://www.erotic-animal-sex-lolita-sex.new-bestiality.net @ http://www.pics-xxx-animals.new-bestiality.net @ http://www.sex-free-beastilaty-thumbnail-galleries.new-bestiality.net @ http://www.movies-animal-sexe.new-bestiality.net @ http://www.pics-zebra-beastilty.new-bestiality.net @ http://www.porn-animal-sexe-mpg.new-bestiality.net @ http://www.free-lolitas-animal-seks.new-bestiality.net @ http://www.free-free-beastialty-avis-mpegs.new-bestiality.net @ http://www.erotic-girl-having-sex-whit-animal.new-bestiality.net @ http://www.sex-fuck-beast-girl-seks.new-bestiality.net @ http://www.sex-beastilaty-magazines.new-bestiality.net @ http://www.pics-beastiliaty.new-bestiality.net @ http://www.pics-bstality-jpg.new-bestiality.net @ http://www.free-bstality-cartoons.new-bestiality.net @ http://www.pics-beastyality.new-bestiality.net @ http://www.free-free-beastiality-thumbnail-galleries.new-bestiality.net @ http://www.porn-beasteality-top.new-bestiality.net @ http://www.pics-animals-having-sexe.new-bestiality.net @ http://www.porn-animals-sex-site.new-bestiality.net @ http://www.porn-thumbnail-dog-sex.new-bestiality.net @ http://www.erotic-wildanimals.new-bestiality.net @ http://www.porn-beastialty-horse-sex.new-bestiality.net @ http://www.sex-horse-seks.new-bestiality.net @ http://www.movies-free-beastalty-tgp.new-bestiality.net @ http://www.porn-sadboys-beastailty.new-bestiality.net @ http://www.free-free-beastialty-mp.new-bestiality.net


De Mafalda Freire a 2 de Julho de 2005 às 17:44
Imagino o sofrimento da senhora.. o amor de um filho é incomparável!! Desejo muita sorte do mundo!!


De pataininiti algarvia a 1 de Julho de 2005 às 15:28
Faço minhas as palavras da Igara, Ana. O recomeço, o dar a volta por cima, o ser mais forte do que se imagina, faz-nos bem a nós e a todos os que nos rodeiam. Eu não perdi um bebé como tu, mas já passei por muitos maus bocados e olha que ainda sou novita! Mas sou feliz. Não esqueças nada do que passaste. Aprende com o que viveste para que sejas imensamente feliz! E vá... cabecinha para cima e vamos lá tentar de novo. Beijo de grande coragem para ti, de coração.


De igara a 29 de Junho de 2005 às 18:00
Ana, a magia da nossa vida está quase sempre nos recomeços. Nada nos tirará do coração o que amámos, o que sofremos, o espaço especial no coração, mas é importante que saibamos recomeçar. Desejo com a Alma que consigas ser e ter tudo de muito bom, porque já sofreste demais. Não te conheço, mas ao ler-te quase consigo imaginar-te e desejo-te tudo de muito bom, principalmente nos teus recomeços. Beijos de borboleta que tocam na Alma! ::)))


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. ...

. Tempo de mudanças...

. E finalmente...

. Bom Dia!

. Bom Fim de Semana!

. Nada como...

. Cansada, com sono, farta ...

. BOA SORTE LIGIA!!!

. Pesadelos

. Não têm...

.arquivos

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds