Quarta-feira, 11 de Maio de 2005

Eu vou ser FELIZ!!!!!

Uma noite, há 7 anos atrás, cheguei a casa aborrecidíssima, com vontade de rebentar tudo á minha frente. Tinha tido uma discussão enorme com um amigo (que o deixou de ser na manhã seguinte), porque este decidiu acreditar em histórias contadas por outras pessoas e não em mim. Nessa noite, eu cheguei a casa, murmurei um “boa noite” frio e sentei-me no chão do meu quarto, pensando em tudo o que tinha ouvido e revoltada com a atitude de certas pessoas. Nessa noite, o meu sobrinho mais velho, que tinha na altura apenas ano e meio, chegou-se ao pé de mim e deu-me o mais carinhoso dos abraços. Nesse momento, no momento em que fui envolvida por aqueles bracinhos pequeninos e senti os beijos lambuzados na minha face, eu percebi como estava a ser estúpida. Como pude eu dar mais importância a um estranho do que ao meu sobrinho? Esta Páscoa, no dia em que soube da gravidez da minha cunhada, senti o meu mundo desabar. Dentro de mim não havia espaço para alegria, para felicidade. Fiquei cega de dor e desespero. Senti toda a injustiça do mundo centrada em mim. Nessa mesam noite o meu sobrinho mais novo, com apenas 2 anos, habitualmente um pouco avesso a abraços e beijinhos, envolveu-me numa espantosa manifestação de ternura. Trepou para o meu colo e encheu-me de beijos e abraços. Mais uma vez, senti-me pequena e estúpida. E hoje, li um comentário ao meu último artigo que me trouxe de volta as sensações que vivi naquelas duas noites. Cada uma das palavras aqui deixadas atingiu em cheio a minha alma e o meu coração. Vou pôr aqui o texto:



“O local estava deserto quando sentei-me para ler embaixo dos longos ramos de um velho carvalho. Estava desiludida da vida, com boas razões para chorar, o mundo estava tentando me afundar. E se não fosse razão suficiente para arruinar meu dia, um garoto ofegante chegou perto de mim cheio de alegria e falou: -Veja o que encontrei!!! Na sua mão uma flor. E que visão lamentável, estava murcha, com muitas pétalas caídas...Querendo ver-me livre do garoto com sua flor, fingi pálido sorriso e virei-me. Mas ao invés de recuar, ele sentou-se ao meu lado, levou a flor ao nariz e declarou com estranha surpresa: -O cheiro é ótimo, e é bonita também... por isso a peguei. Pegue-a, é sua! A flor à minha frente estava morta. Nada de cores vibrantes; mas eu sabia que tinha que pegá-la, ou ele jamais sairia de lá. Então estendi-me para pega-la e respondi: _Era o que eu precisava... Mas ao invés de coloca-la na minha mão, ele a segurou no ar sem qualquer razão. Nessa hora notei que o garoto era cego, e que não podia ver o que tinha nas mãos. Ouvi minha voz sumir. Lágrimas despontaram ao sol enquanto lhe agradecia por escolher a melhor flor daquele jardim. O garoto voltou a brincar sem perceber o impacto que tinha causado no meu dia. Sentei-me e comecei a pensar como ele conseguiu enxergar uma jovem sem auto-estima sob um velho carvalho. Como ele sabia do meu sofrimento auto-indugente? Através de uma criança cega finalmente entendi que o problema não era o mundo e sim EU! E por todos os momentos que fui cega agradeci por ver a beleza da vida e apreciar cada minuto que é só meu...! As melhores coisas da vida são vistas com o Coração!!!”



Tal como a criança deste texto, também os meus sobrinhos não perceberam o impacto que as suas atitudes tiveram sobre mim. Como ela, eles sentiram a minha tristeza, a minha raiva e o meu desespero, e quiseram apenas confortar-me. E aqueles abraços e beijos lambuzados fizeram mais por mim do que qualquer outra coisa neste mundo. Acho que já desabafei e gritei tudo o queria pôr cá para fora. Agora chegou a altura de deixar de arrastar os pés e lamentar o que aconteceu. Agora é a altura de agir. Porque a felicidade conquista-se e a vida é de facto bela e preciosa demais para se desperdiçar assim.
publicado por desejandoumanjo às 10:55
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. ...

. Tempo de mudanças...

. E finalmente...

. Bom Dia!

. Bom Fim de Semana!

. Nada como...

. Cansada, com sono, farta ...

. BOA SORTE LIGIA!!!

. Pesadelos

. Não têm...

.arquivos

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds